2012/11/24

Ouvi dizer que: "o amor não é como a Bimby (que se deitam os ingredientes lá para dentro e sai arroz de pato)".

22 comentários:

  1. Mesmo verdade. O amor é mais como uma receita nova das quais todas as quantidades foram apagadas e, por isso, tens que fazer tudo por instinto e não esquecer que no fim, haverá sempre um ingrediente secreto que adiciona aquela pitada essencial para que tudo se combine na perfeição :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo. O "ingrediente secreto" é aquele toque especial com que cada um faz o "arroz de pato" e que o torna único.
      abc e bom fds

      Eliminar
  2. Bimby? WTF? (kkkkk) Supondo que é alguma engenhoca de cozinha em que se "jogam" os ingredientes, na vã ilusão de que daí sairá um um manjar dos deuses... então, pode esquecer! E não apenas o amor é como a bimby... todos as grandes coisas, os grandes sentimentos, exigem um trabalho enorme de construção e manutenção.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo uma dessa engenhocas :p
      E o pensamento é esse mesmo, não há "sentimentos em pó". E ainda bem :)
      abc

      Eliminar
  3. Sad, o "queimar" e o "deitar fora" naquele texto tem uma conotação positiva. O queimar é o purificar e santificar, como faziam às bruxas na Idade Média e mesmo há poucos séculos atrás. O deitar fora é mais um deitar aos ares, para que o vento o leve pelo mundo a fora e se torne de todos. E eterno.
    Os meus textos, tirando uns 5 em 284, apesar de parecerem tristes e revoltados e tocarem muito no negro, são escritos de maneira a que esse Mal seja uma celebração, realização e festividade. Como uma inversão do significado do Branco e do Preto.
    Tiveste sorte, não costumo justificar/explicar os meus textos. Mas gostei imenso de te conhecer, és um gajo muito porreiro.
    (Não sei se consegui explicar-me, é-me difícil definir)
    Abração ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço a explicação :)
      Compreendo perfeitamente que não queiras justificar os textos, nem tens que fazê-lo. É a tua escrita, partilhas e nós lemos, gostamos e às vezes comentamos para saberes que lá estivemos :)

      Também gostei muito de te conhecer. Digo, com certeza, gostámos todos :)

      Abraço

      Eliminar
  4. O amor é algo simplesmente Único e indefinível...é o Tudo e o Nada! ^^

    Abraço :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não dá para fazer numa bimby :)
      abc

      Eliminar
  5. Se fosse arroz de pato, já não era mau de todo. É que nem isso! (as coisas forçadas, dão sempre asneira - uma frase (que podia ser gay) LOLOLOL)

    hugzs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      A frase não é minha, mas podia, porque tb não como um arroz de pato qualquer :)
      abc

      Eliminar
    2. Acho que bem tenhas essa postura. Porque temos que saber o que queremos, e como queremos. Nada de coisas impostas.

      Eliminar
  6. Cada um tem a sua definição de Amor. Quando somos novos, acreditamos no Amor e numa Cabana, e o Para toda a vida...

    O tempo ensina-nos que é preciso bem mais...

    Digo eu...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, eu continuo acreditar no amor para toda a vida...
      Mas claro que é preciso bem mais do que amor e uma cabana, bem mais.
      abc

      Eliminar
  7. Se o amor tivesse que ser cozinhado, não era numa bimby, de certeza... lol XD
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo :)
      A não ser que inventem uma bimby que faça Pasteis de Vouzela :p
      abc

      Eliminar
  8. bimby? :D
    o amor não é isso, e ainda bem. seria tão enfadonho, tudo previsto e à escolha, como embalagens numa prateleira. irk, que pensamento terrível.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um pensamento mesmo terrível :)
      Mas eu mesmo assim ainda acredito que haveria quem gostasse...
      bjs

      Eliminar
  9. O amor não será como a Bimby, mas, de certa forma, a lógica não deixa de ser a mesma: progressivamente, terá de ser alimentado - o amor - com ingredientes vários. Tolerância, carinho, estima, compreensão, uma pitada de ciúme e pronto! Esta preparada a refeição. É para comer depressa ou poderá azedar. :)


    abraço :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses ingredientes são deveras importantes, mas como dizia o PS, haverá sempre um ingrediente secreto :)
      Contudo discordo numa coisa: o amor não pode ter prazo de validade. :p
      abc

      Eliminar
  10. E ouviste dizer muito bem :)

    Abraço Sad

    ResponderEliminar