2012/01/18

O amigo pinguim desafiou-nos a contar a nossa primeira vez. Como, de momento, não tenho à-vontade para partilhar tais acontecimentos, decidi (re)publicar um pequeno texto/acróstico com o qual contribui, há uns anos, para um concurso de histórias de outro blogue. Fica, assim, contada a "minha" primeira vez.
E, os mais ousados, podem ir contar a sua primeira vez no whynotnow.

Acróstico 
Paulo
Rui
Inês
Miguel
Elsa
Inês
Richard
André
Vasco
Eduardo
Zé
A Primeira vez:
comigo,
com ele,
com ela,
numa praia deserta,
no meu carro,
que repeti e no carro dela,
que nem falávamos a mesma língua (e nem foi preciso),
que me soube a pouco,
na minha cama,
na dele,
na dela, com ele e com ela.
A história escondida de outro concurso de histórias, ao som de Primeira vez (Ana Moura).

6 comentários:

  1. Excelente...
    Ficou-se com uma ideia; belos tempos...
    Obrigado pela tua colaboração.

    ResponderEliminar
  2. adorável ... inteligente, sensível, passional ...

    bjão

    ResponderEliminar
  3. @pinguim
    Julgo que também participaste neste concurso :p

    ResponderEliminar
  4. É possível, mas não posso lá ir ver o que disse...

    ResponderEliminar