2013/03/20

"Plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro"; um cliché, vindo da sabedoria popular.
Já plantei várias árvores, mas foi num dia da árvore, há uns 30 anos, que ajudei a plantar aquele pinheiro no pátio da escola primária, que se tornou na árvore da minha memória. Um dia, li que alguém seguia, através do google earth, o crescimento de uma árvore que tinha plantado noutro continente. Achei lindo e foi à procura da "minha" - a tal - mesmo que passe a escassos 50 metros dela todos os fins-de-semana. Agora, de vez em quanto, lembro-me e lá vou ver como ela está vista do espaço.
Sobre "ter um filho", julgo que não será preciso escrever muito, mas posso acrescentar que foi por processos convencionais.
"Escrever um livro", é algo que ainda quero fazer, mas já tenho o meu contributo no primeiro ebook do PIXEL, e até já dei autógrafos. :-)

33 comentários:

  1. Respostas
    1. Ter um filho implica também cria-lo e, além disso, ainda não é tarde demais para morrer novo...
      abc

      Eliminar
    2. Hey! Onde está o asterisco e as letras miudinhas que dizem essa cena do criar? Não vi. Depois dos 30, é sempre tarde demais. Look at all the rock/movie stars!
      Talvez ainda falte a missão maior. Por isso, deus te concedeu um empréstimo.

      Eliminar
    3. OMG! Depois dos 30 é tarde de mais para...? Ainda não ouviste dizer que os 40 são os novos 20?
      No dia que fores pai, se o fores, perceberás que não é preciso asterisco.

      Eliminar
  2. parabéns! :D

    Arranja outras missões e sonhos, porque nós somos do tamanho do que sonhamos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho muitos. Sou um sonhador :)
      Abc

      Eliminar
  3. Hehe, confesso que pra mim não está fácil cumprir as "missões"! O livro comecei a escrever, mas está parado há alguns meses... o filho, sem previsões de vir... e a árvore, bom, essa nunca plantei mas é o mais fácil dos 3, acho que vou providenciar! rs!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será sempre possível concretizar esses sonhos :-)
      Os que te faltam, que sejam breves :p
      Bjs

      Eliminar
  4. Venham novos sonhos e objectivos pois a vida é feita disso!
    Abraço :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem seria possível viver de outra forma :)
      Abc

      Eliminar
  5. Já escrevinhei livros. Plantei árvores, uma delas conhecerás um dia destes. A mim falta-me o filho mas transfiro esses afectos para os filhos dos meus amigos. Por isso, também já posso morrer, como diz o Alex :D
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda vais a tempo para o filho. Os adotados também valem e estás muito a tempo o criar :)
      abc

      Eliminar
  6. Amanhã vão plantar uma árvore na minha faculdade mas eu não estarei por perto. Plantar sementes num vaso e tê-lo na varanda conta?
    Para o resto ainda sou muito novo x)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há autarquias que promovem o "apadrinhar" de árvores. As crianças escolhem uma árvore, ou atribuem-lhes uma, que passa a ser delas.
      Acho muito bonita esta ideia de ver uma árvore crescer connosco.
      Penso que o vaso não conta :-) Tem que ser agarrado ao chão, no mesmo lugar, para o resto da vida :-)
      E as árvores de fruto não são uma boa ideia, porque geralmente tem uma vida curta.
      Abc

      Eliminar
  7. também assinei o mesmo livro que tu :)

    Não posso ver nada lololololol

    Abraço amigo e Parabéns, conseguiste ter os 3 upssssssssssssssss


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a parte da missão cumprida em conjunto :-)
      Por acaso foi uma surpresa engraçada a de ver o pixel em livro :-)
      Abc

      Eliminar
  8. árvore, também. um pessegueiro que foi transplantado para o quintal do vizinho quando saímos da aldeia para a cidade. ficou bem entregue. livro, o mesmo que o teu, e quem sabe, este ano um só meu... :D
    filho, que sera, sera, se vier, é bem-vindo, mas não planeio. e quarenta será este ano e sim, serão os novos vinte, sem dúvida.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também ajudei a plantar dois pessegueiros no quintal, mas são árvores franzinas e de vida curta. No lugar de um dos pessegueiros já vive outra árvore :-)
      Espero que o teu livro seja o tão breve quanto possível e o filho... os 20 estão a chegar :-)
      Bjs

      Eliminar
  9. Meu Deus, apercebi-me de que não tenho nenhuma dessas missões cumprida... ainda... tenho que comçar a pensar numa :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A árvore é a mais fácil :-)
      Abc

      Eliminar
  10. R: Não te queria ofender com aquilo dos estados civis :c Acho que sempre faz falta uma figura masculina, mas sempre tive o meu tio e tenho-o como modelo.
    É difícil ires à procura de alguém que não quer ser procurada, se tenho curiosidade de conhecer? Sim tenho. Mas se ele não o quiser, bola pra frente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ofendeu nada :-)
      E repito, cumprirás o 2.º ponto do "cliché" muito bem, certamente.
      Abc

      Eliminar
  11. Plantei duas árvores no colégio. Recordo-me perfeitamente. Numa das ocasiões era pequenito; na outra, mais crescido. :) O filho e o livro também fazem parte dos meus planos.

    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. penso que a maioria plantou árvores na escola. eu tive o privilégio de ter quintal e por isso sempre tive muitas árvores e a maioria ajudei a plantar.
      cumprirás certamente :-)
      Abraço

      Eliminar
  12. Árvore nunca plantei, filho infelizmente não tive e quanto ao livro estou como tu, editaram um com coisas minhas entre outras. A única diferença e que não autografei, mas dei a autografar...
    No entanto estou longe de me sentir um falhado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ser pai é a coisa mais importante da minha vida, mas conheço muitas pessoas que assumiram que não queriam ter filhos e não é por isso que se sentem ou que são olhadas como falhadas.
      A frase será mesmo um cliché.
      Abc

      Eliminar
  13. ainda não fiz nada dessas três coisas, mas ainda vou muito a tempo =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes começar por plantar a árvore :p
      bjs

      Eliminar
  14. Gostei da sensibilidade evidenciada.

    ResponderEliminar
  15. Também só me falta o filho, temos tentado muito aqui em casa, mas até agora nada... :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se continuarem a tentar os dois sozinhos, é possível que não o consigam. Mas a ciência já permite umas coisas, e a lei (se contornada) também.
      Abc

      Eliminar