2012/12/11


História #01
Autor: Wagner W. (Ser sem Ser: Wagner)

Eu, a mamã e o papá. Somos felizes os três.
E, curiosamente, encontrei-te no dia em que fomos os três às compras.
Lembrei-me: «Porquê?»
Quero-te a ti.
Não há razão aparente para manter a farsa de um Natal que não admite amor.
A mãe sempre referiu que «As prendas trazidas do Pólo Norte são falsas.
As verdadeiras vêm do coração. E tu, meu filho, tens um pequeno.».
Mas quando te vi, não sei como, o coração cresceu.
Não te posso ter. A mamã o papá e eu, uma trilogia desgastada mas resguardada.
Tu, que tens oceanos dentro.
Um marinheiro na areia.
Um filósofo e um poeta.
Tu, que vives em terras brancas de inocência.
Posso sentir a lâmina a cortar-me. Mas não posso chorar.
Este Natal, o meu primeiro, morrerei.
E tu ainda me olhaste.
Morrerei, mas amado…

10 comentários:

  1. Triste mas gostei. Começa bem o 3º Pixel =)
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. sim, ia referir o mesmo, muito triste. mas muito bem escrito.

    ResponderEliminar
  3. Bom começo de mais um desafio :)

    ResponderEliminar
  4. Muito bem escrito e muito bonito.
    (E já atualizei o linque para o blogue do Wagner)
    abc

    ResponderEliminar
  5. Gostei também! Isto promete!

    ResponderEliminar
  6. Gostei bastante!
    Promete! :3

    ResponderEliminar
  7. Top5 - Tive uma relação estranha com este texto. Não estou certo de que sei exactamente do que fala. Mas a escrita é tão bonita que me apaixonei pelas palavras.

    ResponderEliminar
  8. Simples, mas intenso. Gostei muito ^_^

    ResponderEliminar